Nota da CEV-Rio sobre o assassinato de Paulo Malhães

Nota da Comissão da Verdade do Rio

A respeito da notícia de que a Comissão da Verdade do Rio já saberia que um dos invasores do sítio do coronel Paulo Malhães disse à viúva do militar ser parente de alguém que ele tinha assassinado, temos a afirmar o seguinte:

1)      A Comissão da Verdade do Rio nunca recebeu tal informação.

2)      Nenhum comunicado oficial da comissão abordou o assunto. Nunca o presidente da comissão ou qualquer dos seus integrantes trataram da questão com quem quer que seja.

Por fim, reafirmamos nossa posição no sentido de que:

a)      Tudo indica que o crime é uma tentativa de queima de arquivo e de intimidação de outros agentes da repressão política, para que não falem de seus crimes;

b)     insistimos na necessidade de que a Polícia Federal acompanhe as investigações, ora realizadas pela polícia de Nova Iguaçu.

Wadih Damous

Presidente

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s