A opinião do público: repercussão do evento pelos corredores

A 8ª edição do Controversas: 50 anos do golpe e a Copa das manifestações foi um grande sucesso. Conversamos com palestrantes, participantes e colaboradores, que contaram suas impressões sobre o evento.

“Essa foi a melhor edição do Controversas até agora. É claro que isso faz parte de um processo, pois a cada novo evento as pessoas ficam mais engajadas e mais envolvidas. Ele é resultado de um trabalho em conjunto dos alunos de jornalismo e dos professores do departamento.”
Ildo Nascimento – Professor da UFF e palestrante da mesa jornalismo na ditadura

“O evento foi muito bacana. Pela primeira vez eu participei trabalhando, na cobertura para a webrádio Nas Ondas do IACS. O tema foi propício, porque é um assunto que está em alta, não porque a gente goste, mas porque é necessário discutir o passado para que ele não se repita.”
Sabryna Teixeira – Estudante de jornalismo da UFF

“O interessante do Controversas é que ele sempre se pauta em um assunto atual. Na época das manifestações, o tema foi abordado pelo evento, agora com os 50 anos do golpe, a escolha foi certeira, especialmente por esse ser um assunto que precisa ser constantemente debatido. Debater a ditadura na faculdade de jornalismo faz com que nós, jovens, não nos esqueçamos do passado.”
Isabella de Oliveira – Estudante de jornalismo na UFF

“O Controversas é um evento muito importante e eu estou muito feliz de poder cobri-lo para a Unitevê. Desde que entrei na faculdade acompanho o evento e esse foi o melhor que já presenciei. A presença de palestrantes de fora do jornalismo contribuiu para entendermos melhor o tema e só veio a acrescentar às discussões.”
Pedro Henrique – Estudante de jornalismo da UFF

“Trazer esse tema para a faculdade é essencial para nossa formação profissional. Com os 50 anos do golpe, a ditadura virou um assunto midiático, está sempre na capa do jornal. A aproximação dos profissionais da área, inclusive os que trabalhavam na época da ditadura, é muito enriquecedora.”
Luíza Calaça – Estudante de jornalismo da UFF

“Eu gosto muito do tema escolhido. A importância dele vai além das paredes da Universidade, porque a própria sociedade sabe muito pouco sobre isso. Os debates e discussões contribuem para que nós jovens possamos entender o que aconteceu nesse passado tão obscuro do nosso país.”
Wladimir Lênin – Estudante de jornalismo da UFF

“A edição deste ano está realmente muito especial. A exposição do professor Ildo Nascimento na Biblioteca Central do Gragoatá dialoga com o evento e traz à tona uma memória social que precisa ser constantemente relembrada. Ainda tem muita gente que acha que a ditadura militar foi uma época benéfica para o país, principalmente para a economia, por isso é importante discutir o que realmente aconteceu nesse período.”
Samantha Su – Estudante de jornalismo da UFF

“A organização do evento merece aplausos. O tema foi muito bem escolhido e eu saio da UFF com a melhor impressão possível do evento e da instituição.”
Teixeira Heizer – Jornalista e palestrante da mesa Política e Copa do Mundo

***

Janaína Medeiros é graduanda em Comunicação Social, Jornalismo na Universidade Federal Fluminense, e bolsista no projeto Afasta de mim este Cale-se.

Anúncios

Um comentário sobre “A opinião do público: repercussão do evento pelos corredores

  1. Pingback: DESCOMEMORANDO OS 50 ANOS DO GOLPE NO CONTROVERSAS UFF | Afasta de mim este Cale-se

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s