Marielle: a ficha que demorou a cair nos jornais do Rio

publicado por Pedro Aguiar, Jornalista e doutor em Comunicação pela UERJ, Especial para objETHOS, em 16 de março de 2018 Enquanto a vereadora carioca Marielle Franco, do PSOL, era assassinada com quatro balas disparadas por algum dedo covarde, às 21h30 da quarta-feira, 14 de março, os jornais da região metropolitana do Rio de Janeiro fechavam…

Acima da lei (1)

Me senti chocado com as cenas e acho que elas contrariam princípios básicos de respeito à (qualquer) pessoa humana. O pior, contudo, que essa é a maneira usual com que são tratadas pessoas anônimas, que vivem em lugares esquecidos e que são surpreendidas em horas inesperadas, das quais depois se acaba sabendo algo porque somem…

Acima da Lei

Não me agrada a conduta dos agentes penitenciários do Complexo de Bangu de rasparem a cabeça do ex-governador Sérgio Cabral Filho. Não me agrada, não por ser a figura do ex-governador, acusado de corrupção em alto grau, não me agrada esta conduta com qualquer ser humano suspeito de crime e exibi-lo à opinião pública. Alguém…

A saga dos Quixotes entre smartphones e pombos-correio

*Filipe Galvão Quando conversava com um dos autores da ótima série sobre a regulação da mídia para o blog “Afasta de mim este Cale-se” não me imaginava tão inocente como pareci nas matérias. Não culpo os entrevistadores apesar de terem lá sua parcela de responsabilidade nas construções frasais e na eleição de alguns termos que…

Regulação da mídia: antiga bandeira que não envelhece

A cobertura de diferentes mídias das manifestações que ocorrem no Rio de Janeiro João Pedro Soares e Rebeca Letieri Um ponto peculiar e comum a estudantes, representantes da mídia alternativa, da grande mídia, acadêmicos e sindicalistas é a pluralidade de vozes, para equilibrar o jogo narrativo na sociedade. “A questão é que existe um lado…