O rio e as margens que o comprimem

“Do rio que tudo arrasta se diz que é violento. Mas ninguém diz violentas as margens que o comprimem”. A famosa frase do teatrólogo alemão Bertolt Brecht nunca foi tão atual para simbolizar a violência que aflige os brasileiros de todas as categorias sociais. As diversas faces da violência, desde a simples omissão aos atos de…